De virada é mais gostoso ou mais sofrido? Fluminense vence o Grêmio com garra

De virada é mais gostoso ou mais sofrido? Fluminense vence o Grêmio com garra

Emocionante para uns, decepcionante para outros. Um jogo de muitas controvérsias, emoções, muitos erros e falhas amadoras, qualidade técnica em alguns momentos, arrancadas meteóricas, e claro, muitos gols, feios e bonitos. Mas como disse Dadá Maravilha “Não existe gol feio. Feio é não fazer gol.” Já que o jogo foi tão intenso assim, não tem problema entregar o placar final: Grêmio 4 x 5 Fluminense, neste domingo, 5 de maio, em Porto Alegre, pelo Campeonato Brasileiro.

Sim você somou certo, 9 gols. Não são comuns, ainda mais com a qualidade e irregularidade dos times nacionais. Se mesmo sem gols o jogo já dividiria opiniões dos torcedores, com 9 gols dividiu ainda mais, inflamou o ego, e de certa forma até abafou um pouco a discussão sobre a qualidade do futebol em si.

Foi um bom jogo? Os torcedores do Fluminense devem achar que sim. Pode um time jogar tão mal, levar 3 pancadas logo nos 22 minutos do primeiro tempo e ainda assim sorrir no final? Claro que sim, pois houve garra para não desanimar e correr para recuperar o jogo. Não é qualquer time (e nem mesmo seleções) que conseguem não se abater e dar a volta por cima para reverter um placar elástico. E os jogadores do Fluminense deram conta do recado. Méritos!

Antes do jogo começar, no vestiário do Flu o técnico Fernando Diniz inflamou um belo discurso motivador e ordenou: “Repitam cada segundo, cada suspiro: vitória! … Não temam e não tenham dúvida, joguem pra cara…o.” E os jogadores foram para campo… e…

Seria uma vitória arrebatadora do Gêmio?

Aos 6 minutos gol do Grêmio com André Felipe; aos 13 minutos gol do Grêmio com Everton, aos 22 minutos gol do Grêmio com Jean Pyerre. Parecia até aquela piadinha do “Barcelona x Fluminense”. Mas não era. Ainda no final do primeiro tempo Yony Gonzáles se esticou e marcou aos 39. E em uma esperta roubada de bola do goleiro de dentro da área Luciano marcou aos 41 pro Fluminense. Final do primeiro tempo e 3 x 2 de vantagem para o Grêmio.

Aos 9 minutos do segundo tempo Matheus Ferraz marcou para o Fluminense e aos 26 minutos Pedro converteu o pênalti. Aos 38 o Grêmio igualou novamente com gol de cabeça de Walter Kannemann após o escanteio. Será que depois de tanto correr e disparar na Frente o Grêmio reverteria o placar? Será que o Fluminense após uma épica levantada ficaria somente com o empate? Ainda cabia mais, e aos 47 minutos Yony Gonzáles matou no peito e chutou para um belo gol e carimbou a vitória do tricolor do Rio.

Na próxima rodada o Fluminense vai enfrentar o Botafogo no Maracanã, no sábado dia 11 de maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *