Estados Unidos e Holanda na final da copa do mundo

Estados Unidos e Holanda na final da copa do mundo

Definidas as seleções que irão disputar a final da Copa do Mundo Feminina de Futebol

Sprint News traz a cobertura da  Copa do Mundo Feminina de Futebol, que ruma para a fase final. Que seleção levará o título para casa?

No próximo final de semana teremos os jogos decisivos desta copa. Sábado será a disputa pelo terceiro lugar entre Inglaterra e Suécia e no domingo, a grande final da Copa do Mundo Feminina de Futebol entre Estados Unidos e Holanda.

As norte-americanas possuem três títulos mundiais (1991, 1999 e 2015). O time holandês nunca havia chegado entre as quatro melhores seleções de uma copa do mundo e agora tenta seu primeiro troféu mundial.

Confira os dias e horários dos jogos finais:

Sábado, 6 de julho

Inglaterra e Suécia – 12:00 – Estádio: Allianz Riviera, em Nice

Domingo, 7 de julho

Estados Unidos e Holanda – 12:00 – Estádio: Parc Olympique Lyonnais, em Lyon

Como foram as semifinais

Inglaterra 1 x 2 Estados Unidos

A seleção norte-americana definiu o placar ainda no primeiro tempo, se aproveitou de erros das inglesas no segundo tempo e venceu o jogo por 2 a 1. Os gols das americanas foram marcados por Christen Press e Alex Morgan e as inglesas descontaram com White.

Os Estados Unidos já começaram o jogo com uma postura mais agressiva e pressionando muito a defesa da Inglaterra. Aos 9 minutos de jogo, Christen Press, que entrou no lugar de Megan Rapinoe, aproveitou bem o cruzamento de O’Hara, sem dar chance para a goleira Telford.

Quando o jogo parecia que ia ser dominado pelas americanas, a Inglaterra conseguiu mostrar algum poder de reação. Com 18 minutos, Mead cruzou a bola pela esquerda em direção à área e White esticou a perna e tocou na bola que ainda bateu na trave antes de entrar, empatando a partida.

Inglaterra 1 x 2 Estados Unidos

A seleção americana voltou a mandar no jogo pouco depois do empate e não estava disposta a continuar com esse placar. De novo em um cruzamento, Alex Morgan, se colocou à frente da zaga inglesa e marcou seu sexto gol em cinco partidas na competição.

A primeira grande chance de gol no segundo tempo veio apenas aos 14 minutos. A goleira Telford saiu jogando errado e deu a bola de presente para os pés de Christen Press, que tentou chutar com a perna esquerda jogando a bola foi por cima do gol inglês.

Aos 21 minutos, a Inglaterra empatou o jogo, mas o gol foi anulado pelo VAR. White recebeu a bola mandada por Scott e arrancou em velocidade e sem marcação, tocando baixo para o gol. A árbitra brasileira Edina Alves, consultou a arbitragem de vídeo e anulou o gol, pois a inglesa estava impedida no momento do passe.

A Inglaterra não desistiu do jogo e aos 37 minutos, a juíza brasileira marcou pênalti para a seleção inglesa. Houghton cobrou mal e facilitou a defesa americana. A Inglaterra ainda teve Bright explulsa após falta em Alex Morgan, mas no fim, acabou não conseguindo reverter o placar ou ao menos empatar o jogo. Com o resultado, a Inglaterra segue para a disputa do terceiro lugar e os Estados Unidos vão para a grande final da copa do mundo.

Inglaterra 1 x 2 Estados Unidos

Holanda 1 x 0 Suécia

Após empate no tempo normal, as holandesas conseguiram tirar o placar do zero na prorrogação e assegurar sua primeira participação na final da copa do mundo.

A Suécia veio com toda força no ataque durante o primeiro tempo, conseguindo criar as melhores chances de gol. As escandinavas vinham buscando sua segunda final de copa do mundo e mesmo botando pressão na Holanda, não conseguiram abrir o placar.

Com 12 minutos, Jakobsson passou a bola para Blackstenius dentro da área. A atacante chutou mas a goleira holandesa Van Veenendaal defendeu bem. Aos 18 minutos, a goleira holandesa fez outra bela defesa após cobrança de falta de Eriksson.

Aos 36, em cobrança de escanteio, Rubensson bateu na bola que acabou sobrando para Hurtig. Ela chutou rasteiro e Van Veenendaal garantiu o placar zerado mais uma vez.

O segundo tempo foi mais equilibrado entre as equipes, com chances de gol desperdiçadas pelas duas seleções. Com 10 minutos, a Suécia teve sua melhor chance no jogo. Em cobrança de escanteio, a defesa holandesa não conseguiu afastar a bola e Fischer bateu cruzado. A bola foi na direção do gol, Van Veenendaal fez grande defesa, mas bola ainda bateu na trave antes de sair.

Holanda 1 x 0 Suécia

Aos 18 minutos foi a vez da Holanda perder sua melhor chance de gol, também em cobrança de escanteio. A bola chegou livre para Miedema, que acertou uma cabeçada por cobertura que explodiu no travessão. Nos acréscimos do tempo normal, Van de Sanden recebeu na área e arriscou chute forte, a goleira sueca, Lindahl, espalmou e conteve a investida holandesa.

As holandesas que tiveram menos chances no tempo normal se deram melhor na prorrogação. Aos nove minutos, Miedema tentou passe, mas a zagueira Sembrant desviou a bola na direção de Groenen, que seguiu para a entrada da área e chutou cruzado para marcar o gol que definiu a classificação holandesa.

Holanda 1 x 0 Suécia

Fique na torcida e acompanhe as finais da Copa do Mundo Feminina de Futebol aqui aqui no Sprint News

Qual seleção será levantará a taça no próximo domingo?

Sprint News vai seguir acompanhando e trazendo as todas as emoções da Copa do Mundo Feminina de Futebol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *