Jogos Olímpicos Tóquio 2020

Jogos Olímpicos Tóquio 2020

O SprintNews começa o ano de 2020 trazendo uma série de matérias onde iremos mostrar as principais emoções dos Jogos Olímpicos.

A cidade de Tóquio, capital do Japão, vai receber a 32ª edição dos Jogos Olímpicos de Verão, as competições serão disputadas entre 24 de julho e 9 de agosto. Serão 33 modalidades esportivas, com a expectativa de participação de mais de 11 mil atletas, representando mais de 204 países.

Esta é a segunda vez que Tóquio recebe os Jogos Olímpicos Modernos, a primeira vez foi em 1964, o que tornou a capital japonesa a ser a primeira cidade asiática a sediar duas vezes as Olimpíadas. A expectativa do Comitê Olímpico Internacional (COI) é de um público de cerca de 4,5 milhões de pessoas assistindo as competições, que serão realizadas na Baía de Tóquio e na região metropolitana da cidade, em 43 locais definidos para os eventos.

Cidade-Sede

O COI realizou um processo de dois anos para seleção para escolha da cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2020. Em 15 de fevereiro de 2012, Madri, Istambul, Baku, Tóquio e Doha tornaram-se cidades postulantes a sediar dos jogos. Em seguida, Tóquio, Madri e Istambul foram definidas como as três finalistas a irem para a eleição.

A escolha de Tóquio como cidade-sede dos Jogos Olímpicos foi feita em 7 de setembro de 2013, durante a 125ª Sessão do Comitê Olímpico Internacional, em Buenos Aires. A votação final elegeu a capital do Japão como anfitriã dos Jogos Olímpicos com 62% dos votos, o resultado foi anunciado oficialmente na cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016

A estrutura dos Jogos Olímpicos vai contar com 43 locais de competições, sendo 25 já existentes e que passam por adaptações, 10 temporários e 8 novas construções. Algumas modalidades serão disputadas em lugares que foram construídos para as Jogos Olímpicos de 1964 e permanecem em atividade, como é o caso do Estádio Olímpico, do Nippon Budokan e do Ginásio Nacional de Yoyog. As provas do ciclismo de estrada começarão no Parque Mori, onde fica o icônico Monte Fuji e se encerrarão no Autódromo de Fuji, que já recebeu o Grande Prêmio do Japão de Fórmula 1.

As cerimônias de abertura e o encerramento dos Jogos Olímpicos serão no Estádio Nacional de Tóquio, ou Estádio Olímpico que passa por grandes reformas para receber também as modalidades de atletismo e partidas de futebol. O estádio terá capacidade para 68 mil pessoas.

Modalidades esportivas

Os Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020 contarão com 33 esportes a serem disputados por mais de 11 mil atletas. Algumas modalidades esportivas têm diferentes categorias de competição, como os esportes aquáticos e o atletismo.

Alguns esportes foram incluídos como modalidades de competições das Olimpíadas: surf, escalada, skate e beisebol/softbol. Dentro de modalidades esportivas já existentes nos jogos, houve o acréscimo das categorias de basquete 3×3 e BMX Freestyle (bicicleta).

Outra novidade dessa edição dos Jogos Olímpicos é o aumento da participação feminina. Foram criadas categorias mistas para as competições de revezamento 4×400 metros e 4×100 metros em estilo livre nas piscinas. Também foram criadas equipes mistas de triatlo, judô, tiro com arco e tênis de mesa.

Tokio2020

As modalidades disputadas serão:

Atletismo
Badminton
Basquete
Baisebol / Softbol
Boxe
Canoagem
Ciclismo
Esgrima
Escalada
Futebol
Ginástica

Golfe
Halterofilismo
Handebol
Hipismo
Hóquei sobre grama
Judô
Karatê
Lutas
Natação
Pentatlo Moderno
Remo

Rugby
Skate
Surfe
Taekwondo
Tênis
Tênis de mesa
Tiro
Tiro com arco
Triatlo
Vela
Voleibol

Emblema e mascote

Os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 têm um emblema inspirado no “ichimatsu moyo” que são formas quadriculadas características do período Edo (1603-1867), trazendo a predominância do azul índigo para representar o que a organização das Olimpíadas chama de “expressão da elegância e sofisticação do Japão”.

O emblema de Tóquio 2020 é constituído de três formas retangulares, que representam diferentes países e culturas. A mensagem escolhida para a 32ª edição das Olimpíadas é “unidade na diversidade”, atribuindo ao esporte a função de celebrar as diferenças.

A mascote dos Jogos Olímpicos de Tóquio também segue a cartela de cores e formas do emblema e foi nomeada de Miraitowa, nome formado pelas palavras japonesas Mirai (futuro) e Towa (eternidade), que representa o desejo de um futuro cheio de esperança nos corações de todas as pessoas do mundo.

Medalhas

O principal objeto de desejo dos atletas, as medalhas de premiação dos Jogos Olímpicos, chamaram a atenção pelo fator da sustentabilidade. Elas foram criadas a partir de lixo eletrônico reciclado, doado pela população japonesa entre abril de 2017 e março de 2019. A organização dos jogos diz que conseguiu recuperar 32 quilos de ouro, três toneladas e meia de prata e quase duas toneladas e meia de bronze de 78 toneladas de eletrônicos doados, incluindo quase 7 milhões de celulares.

Tokio2020

Cobertura do SprintNews

Ao longo dos próximos meses estaremos publicando várias outras matérias, falando mais de cada modalidade dos Jogos Olímpicos, da participação dos atletas brasileiros e dos grandes destaques de cada esporte.

Durante os meses de julho e agosto, o SprintNews estará acompanhando o máximo de competições possível, trazendo o resumo das disputas, resultados e atualização constante do quadro de medalhas.

Você vai poder acompanhar todas as matérias que publicarmos, através deste link e das nossas redes sociais.