Giro d’Italia 2020 – Peter Sagan vence etapa 10

Giro d’Italia 2020 – Peter Sagan vence etapa 10

Peter Sagan venceu a etapa 10 do Giro d’Italia, quebrando um hiato de 15 meses sem vitórias. Esta é a primeira participação de Sagan no Giro d’Italia e o eslovaco entra para a história do Giro como o 100º ciclista da história com vitórias nos três Grand Tour. Peter Sagan tem 12 vitórias em etapas no Tour de France, quatro na Vuelta a Espanha, e 3 títulos mundiais, somando um total de 114 vitórias. 

Sagan assumiu a liderança da classificação por pontos na quarta etapa e a perdeu dois dias depois para o francês Arnaud Demare. Na etapa de hoje, Peter Sagan mostrou que sues 3 títulos mundiais não vieram por acaso.

Logo no começo da etapa, o velocista da Bora-Hansgrohe saiu em uma fuga com outros sete ciclistas, entre eles o campeão mundial de crono Filippo Ganna.

Faltando 50 km para a chegada, nos trechos de subida, Ganna sobrou e Sagan aumentou o ritmo, rumando para sua vitória solo. Foram 177km, de Lanciano a Tortoreto, com uma velocidade média de 43,9km/h de. No percurso, Sagan conquistou duas metas de sprint e os dois prêmios de montanha.

Eu venci no meu estilo, dando show. Estive na fuga o dia tudo e estava com as pernas boa. Fui sozinho na subida, antes de descer com atenção no longo trecho de descida e aí dei tudo nos últimos sete quilômetros.

Peter Sagan

Na classificação geral, o português João Almeida manteve a camisa de líder, com 34 segundos de vantagem para o holandês Wilco Kelderman e 43 segundos para o espanhol Pello Bilbao.

Hoje novamente minha equipe fez um trabalho perfeito. No final eu tentei atacar e consegui ganhar alguns segundos com o bônus de tempo na meta de chegada. No fim, foi um bom dia.

João Almeida

Melhores momentos – Etapa 10

Top 10 – Etapa 10

1- Peter Sagan: 4:01:56
2- Brandon McNulty: 0:00:19
3- João Almeida: 0:00:23
4- Ben Swift: m.t.
5- Jai Hindley: m.t.
6- Rafal Majka: m.t.
7- Patrick Konrad: m.t.
8- Wilco Kelderman: m.t.
9- Domenico Pozzovivo: m.t.
10- Pello Bilbao: m.t.

Peter Sagan

Classificação geral

1- Joao Almeida: 39:38:05
2- Wilco Kelderman: 0:00:34
3- Pello Bilbao: 0:00:43
4- Domenico Pozzovivo: 0:00:57
5- Vincenzo Nibali: 0:01:01
6- Patrick Konrad: 0:01:15
7- Jai Hindley: 0:01:19
8- Rafal Majka: 0:01:21
9- Fausto Masnada: 0:01:36
10- Hermann Pernsteiner: 0:01:52

Camisas

Maglia Rosa: João Almeida (Deceuninck-Quickstep)
Maglia Ciclamino: Arnaud Demare (Groupama-FDJ)
Maglia Azzurra: Rubem Guerreiro (EF Pro Cycling)
Maglia Bianca: João Almeida (Deceuninck-Quickstep)

Percurso – Etapa 10

A etapa terá 177 km de extensão, entre Lanciano e Tortoreto. A etapa tem o perfil de uma clássica de Flandres, com subidas curtas e acentuadas ao longo do percurso, várias delas nos 40 km finais. A etapa começa descendo até a costa do Adriático e segue para o norte em direção a Pescara. O percurso, então, sobe a Chieti. A partir daí, volta a descer para o mar e vai em direção à cidade de chegada de Tortoreto Lido, passando pelo primeiro sprint intermediário pouco antes.

O trecho final de 40 km começa logo após este sprint, com uma rota irregular para o interior até a cidade antiga de Tortoreto, com rampas de até 8%. A partir daí vêm consecutivas “paredes”; a Colonnella tem inclinação média de 10% mas, em um ponto, é quase duas vezes mais íngreme. A subida Controguerra, por sua vez, conta com 24% de inclinação.

Veja mais no site oficial do Giro d’Italia 2020, clicando aqui.

Fique ligado no SprintNews para mais matérias durante a prova e os resultados da disputa do Giro d’Italia 2020, clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *