Chris Froome declarado vencedor da La Vuelta 2011

Chris Froome declarado vencedor da La Vuelta 2011

Chris Froome recebeu troféu em reconhecimento à sua vitória na La Vuelta 2011, nove anos após a corrida. Froome terminou a edição de 2011 em segundo, atrás de Juan José Cobo, depois de apoiar Bradley Wiggins durante grande parte da corrida. No entanto, em junho de 2019, a UCI declarou que seu Tribunal Antidopagem considerou Cobo culpado de violação da regra antidopagem, uso de substância proibida, com base em anormalidades de 2009 e 2011 detectadas em seu passaporte biológico e impôs três período de um ano de inelegibilidade do piloto.

Juan José Cobo não contestou a decisão e Chris Froome foi coroado o vencedor oficial da corrida com Wiggins subindo para o segundo lugar como resultado.

No início da etapa final da La Vuelta 2020, os organizadores da corrida reconheceram a vitória de Froome com um troféu especial que foi entregue no início da etapa. Quando recebeu o prêmio, Froome falou sobre o fato de que soube de sua vitória logo após a queda que ameaçava sua carreira no Critérium du Dauphiné em junho passado, com a notícia de que recebera no dia seguinte a uma grande cirurgia.

É uma vitória muito especial. Tenho lembranças muito especiais, obviamente, olhando para esse período, mas também a maneira como me contaram sobre essa vitória, quando acordei no dia seguinte ao meu grande acidente no ano passado.

Eu ainda estava na UTI quando me disseram: ‘Parabéns, você ganhou La Vuelta’. Foi uma sensação muito estranha. Foi uma corrida muito especial para mim. Foi onde me descobri pela primeira vez como um piloto do Grand Tour e um candidato ao GC. Deu-me confiança para então seguir para o Tour de France, para continuar visando Grand Tours. Certamente espero que na próxima temporada eu esteja aqui em uma função diferente.

Chris Froome
Froome

No final em Madrid, Froome foi capaz de olhar para trás em seu primeiro Grand Tour em mais de dois anos com emoções mistas. Ele termina a corrida com mais de três horas atrás de Roglic e em 98º lugar, mas o piloto britânico foi inflexível desde o início da La Vuelta e estava usando essa corrida como parte de sua preparação para a temporada de 2021, quando ele terá como alvo o Tour de França como parte de sua nova equipe, a Israel Star-Up Nation.

Foi um dia emocionante, a última corrida com a equipe, já faz 11 anos. Estou animado com o que está por vir, mas também é hora de refletir sobre todos os altos e baixos dos últimos 11 anos. Hoje, especialmente, pensei na La Vuelta 2011, onde ganhei meu primeiro Grand Tour. Estar aqui na La Vuelta e receber o troféu esta manhã trouxe-me muitas recordações daquele período e da progressão que tive até lá chegar. Colocou tudo em perspectiva.

Chris Froome

Veja mais no site oficial da La Vuelta, clicando aqui.

Fique ligado no SprintNews e leia todas as matérias da La Vuelta 2020, clicando aqui.